Sustentabilidade

A saga socioambiental do distrito de Bento Rodrigues

01/11/2016
By partes15
A saga socioambiental do distrito de Bento Rodrigues

André Pelanda, Augusto Silveira e Rodrigo Berté   Já faz um ano que o desastre ambiental da barragem de rejeitos da Samarco atingiu o distrito de Bento Rodrigues e toda a extensão do Rio Doce, na cidade de Mariana, em Minas Gerais. Até hoje, a população da cidade vive uma verdadeira saga.   De um lado, a Samarco afirma atender às demandas socioambientais, em especial da comunidade diretamente atingida e do meio ambiente degradado. Do outro, a população vive em casas com alugueis pagos pela empresa, com condicionantes de um salário mínimo por família, uma cesta básica de R$ 250,00 e mais 20% do salário mínimo para cada membro da família atingida pelo desastre.   Além disso, neste enredo temos o Ministério Público buscando a integral indenização para a população e para o ambiente degradado – o que merece atenção, já que até o momento muitos não compreendem a magnitude do desastre. Na verdade, a valoração do dano socioambiental precisa levar em consideração as consequências para as gerações atuais e futuras.   Uma das ações mediadas pelo Ministério Público de Minas Gerais foi para empregar uma metodologia de monitoramento arqueológico no processo de limpeza e remoção dos rejeitos. Três áreas

Read more »

Castanha é o produto da sociobiodiversidade mais adquirido pelo PAA

09/09/2015
By partes15
Castanha é o produto da sociobiodiversidade mais adquirido pelo PAA

A cooperativa utilizou o dinheiro recebido do PAA para formar estoque e comercializar o produto por todo o ano para quase todo o país, para a América do Sul, Estados Unidos e Alemanha. Além de beneficiar a castanha, a organização também comercializa polpas de frutas da região

Read more »

Ciclovias: modismo ou consciência ambiental?

11/08/2015
By partes15
Ciclovias: modismo ou consciência ambiental?

Precisamos parar com projetos utópicos e eleitoreiros. Possuímos profissionais competentes, universidades entre as melhores da América Latina e no ranking das cem melhores do mundo. Assim, projetos devem ser elaborados, discutidos, desenvolvidos por profissionais qualificados e não amadores. Já está na hora dos nossos governantes agirem com mais profissionalismos e temos que lutar por isso, visto que quem paga a conta somos nós.

Read more »

02/07/2015
By partes15

A PME mais sustentável e a ética *Marcus Nakagawa   A ética é a base para qualquer relacionamento duradouro. Não só para os relacionamentos, mas também para todas as ações de pessoas e empresas. Para o desenvolvimento sustentável empresarial a ética é o pilar de sustentação básico para qualquer estratégia, parceria, projetos ou atividades. Sem ética, a sustentabilidade fica comprometida e corre o risco de ser somente um lindo processo escrito num relatório com fotos e gráficos. Mais difícil do que ter um código numa empresa é o processo de engajamento de funcionários, treinamento, acompanhamento e auditorias das práticas que não são consideradas éticas numa organização. Acionistas de grandes empresas estão cada dia mais preocupados com as tais questões, pois elas garantem também, o retorno financeiro do seu investimento nas ações da empresa. Os investidores compram a prosperidade financeira, ética e sustentável da companhia por meio de papéis de “futuro”, com isso, ganham se acertarem em quais “histórias empresariais de futuro” investir. O envolvimento político responsável é um dos temas que o Instituto Ethos coloca em seu rol dos indicadores de uma empresa mais sustentável e responsável. Pensar, implementar e controlar, por meio de um plano de ações, nas questões

Read more »

Os riscos ambientais nas empresas

19/06/2015
By partes15

  *Reinaldo Dias   No início deste ano o relatório anual de riscos globais 2015, do Fórum Econômico Mundial, destacou as ameaças emergentes mais significativas que estarão presentes no mundo nos próximos dez anos, em um determinado número de áreas, com destaque para a ambiental que superou pela primeira vez os riscos econômicos. Entre os riscos vinculados a aspectos ambientais se encontram os fenômenos meteorológicos extremos, catástrofes naturais, falta de adaptação às mudanças climáticas, crise da água, perda da biodiversidade e colapso dos ecossistemas. Muitos desses desafios ambientais globais a serem enfrentados têm um denominador comum: as mudanças climáticas. E este será o ano em que se atingirá uma nova etapa no estabelecimento de um acordo global, no encontro da COP-21 que reunirá quase 200 países integrantes da Convenção do Clima da ONU, o qual se realizará em Paris, visando conseguir um tratado que substitua o Protocolo de Kyoto. A meta é impedir um aumento da temperatura global de mais de 2 graus centígrados, o limite estimado a partir do qual, segundo o IPPC, as mudanças climáticas poderão ter várias consequências. Para as corporações, neste contexto, além de fixar objetivos, é fundamental conhecer os riscos enfrentados em nível global, de

Read more »

O país esquecido

12/05/2015
By partes15

  Luiz Augusto Pereira de Almeida*   A crise hídrica e a possibilidade de falta de energia, devido ao problema do baixo regime pluvial, revelam algo que tem permeado a trajetória do Brasil neste século e no passado: ausência de planejamento de longo prazo para a sustentabilidade dos sistemas essenciais à vida das pessoas, à economia, à produção e ao desenvolvimento. É inadmissível que o país com a maior reserva hídrica e o maior potencial hidrelétrico do Planeta submeta sua população a riscos de fornecimento devido ao fato de ter chovido menos. Nossa cultura, infelizmente, parece ter consolidado o improviso, as soluções paliativas de curto prazo e o desgastado jeitinho, que se adotam sob crises já deflagradas, no ritmo da pressão da mídia e de algumas poucas manifestações sérias da sociedade. Passado o momento agudo do problema, tudo é relegado e se retorna à rotina do não planejado. Tais características sugerem que o Brasil é um país esquecido por todos. Privilegiam-se, aqui, os interesses individuais e de grupos. A sociedade reage apenas sob a pressão de situações iminentes de crises. Essa peculiaridade de comportamento atingiu sua condição superlativa no exercício da política. Inverteu-se a lógica filosófica do conceito de Estado:

Read more »

Marco legal da Bidiversidade é aprovado

27/04/2015
By partes15
Marco legal da Bidiversidade é aprovado

A proposta de Marco Legal da Biodiversidade que trata das regras para acesso ao patrimônio genético brasileiro e aos conhecimentos tradicionais associados. As mudanças trazidas no PLC 02/2015, agora voltam à Câmara dos Deputados para análise. O projeto beneficiará as comunidades tradicionais, povos indígenas, quilombolas e agricultores familiares – quanto à indústria e os institutos de pesquisa consideraram que o novo marco traz avanços em relação à legislação em vigor, a Medida Provisória 2.186 de 2001, considerada rígida por diversos setores. O projeto também simplifica as regras para pesquisa de plantas e animais nativos e acaba com a exigência de uma autorização prévia para pesquisas. Agora, o cadastro será feito de forma eletrônica. O objetivo é incentivar a produção de novos fármacos, cosméticos e insumos agrícolas.   O texto trata ainda das condições para acordos de repartição de benefícios. Fica estabelecido o pagamento de 1% da receita líquida anual obtida com a venda do produto acabado aos detentores do conhecimento tradicional associado. O texto também prevê a compensação não monetária, na forma de transferência de tecnologia, quebra de patentes ou distribuição de produtos.   Para conservação do patrimônio genético, serão criados o Fundo Nacional para Repartição de Benefícios e Programa

Read more »

Experiência sustentável

13/04/2015
By partes15

  Luiz Roberto Gravina Pladevall (*)   A palavra sustentabilidade saiu do campo das discussões de especialistas e passou a fazer parte da conversa cotidiana, reforçando a necessidade de se fazer melhor uso dos recursos naturais, com o menor impacto possível ao meio ambiente. Está cada vez mais claro que esses recursos são finitos e podem custar muito, caso não tomemos atitudes para a sua preservação. A crise hídrica e a crise energética colocaram as questões de sustentabilidade no centro dos debates e nos impõe discussões de como seremos capazes de satisfazer nossas necessidades sem comprometer o futuro das próximas gerações.   A natureza da ação humana caminha para o uso desmedido dos recursos naturais, afetando substancialmente a sua oferta. Expandimos as nossas cidades da maneira mais avassaladora possível, sem planejamento e sem qualquer análise de eventuais impactos que pudéssemos promover ao meio ambiente. Por isso, precisamos buscar soluções para reduzir nossas agressões a ele. Na área de construção de moradias, já temos importantes experiências. Foi ainda na década de 1980 que surgiram os primeiros empreendimentos sustentáveis, que passaram a receber certificações de green building.   Essas edificações trouxeram grandes aprendizados, que aos poucos podemos incorporar no nosso dia-a-dia. Elas têm

Read more »

DEBATES DA 4ª MOSTRA ECOFALANTE DE CINEMA AMBIENTAL COMEÇAM DIA 19 DE MARÇO

17/03/2015
By partes15
DEBATES DA 4ª MOSTRA ECOFALANTE DE CINEMA AMBIENTAL COMEÇAM DIA 19 DE MARÇO

  Temas como energia, recursos naturais, biodiversidade, consumo, cidades e povos e lugares serão debatidos por especialistas   A partir da 19/03 (quinta-feira), a 4ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental promove debates diários sobre diversos temas abordados pelos filmes exibidos. Como nos anos anteriores, foram selecionados seis filmes, um de cada temática da Mostra Contemporânea Internacional, a partir dos quais se desdobrarão os debates.   Na quinta-feira, dia 19/03, o tema do debate é consumo e trabalho escravo. A partir da 19h será exibido o filme “Cadeias Alimentares” (EUA, 2014, 86’ – http://goo.gl/8hkNFo), no Reserva Cultural – Av. Paulista 900. O debate acontece na sequência, no mesmo local, a partir das 20h30. Participam do debate o sociólogo Caio Magri, atual Diretor Executivo de Operações, Práticas Empresariais e Políticas Públicas do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social e Presidente do Instituto Pacto Nacional Pela Erradicação do Trabalho Escravo-InPACTO; o jornalista Dal Marcondes, diretor do Portal Envolverde, colunista da revista Carta Capital e aluno do Programa de Ciência Ambiental da USP.   Na sexta-feira, 20/03, o tema da vez é cidades. Será exibido o filme “Os Jogos de Putin” (Alemanha/Israel/Austrália, 2013, 90’ – http://goo.gl/xYg9MV), no Reserva Cultural, a partir das 19h,

Read more »

Pesquisa subsidia conscientização sobre sustentabilidade do impresso

03/02/2015
By partes15

Fabio Arruda Mortara*   É interessante para os analistas de mídia das agências de publicidade e a área da comunicação em geral avaliar os resultados de pesquisa do DataFolha: no Brasil, 59% dos leitores de livros e 56% de revistas optam pelas edições convencionais. No caso de jornais, 48% preferem acessá-los em computadores, tablets e celulares e 46% continuam fiéis às formas tradicionais.   Contudo, há um dado conclusivo e emblemático: 80% dos entrevistados afirmam que ler em papel é mais agradável do que em uma tela. O instituto ouviu 2.074 pessoas acima de 16 anos, em 135 municípios, de distintas regiões brasileiras. A amostra garante nível de confiabilidade de 95%, com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou menos.   A pesquisa foi realizada para Two Sides, campanha mundial que chegou ao nosso país em 2014, para difundir a sustentabilidade econômica, social e ambiental da cadeia produtiva do papel e da indústria gráfica. O movimento, surgido na Inglaterra e já presente nos Estados Unidos, Canadá, África do Sul e Austrália, conta no Brasil com 42 entidades signatárias, que congregam cerca 80 mil empresas, geradoras de 615 mil empregos diretos e faturamento anual de US$ 40 bilhões.

Read more »

 

março 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Pod água

Contribua

Publicidade