Ciência e Tecnologia

Relações de trabalho no circuito espacial da produção de papel reciclado

RELAÇÕES DE TRABALHO NO CIRCUITO ESPACIAL DA PRODUÇÃO DE PAPEL RECICLADO   Taís de Oliveira* Luis Felipe Carvalho**   INTRODUÇÃO            O presente trabalho analisa o circuito espacial produtivo de uma fabrica que produz papel reciclado inserida na cidade de Irati – PR. O termo papel é dado a uma folha composta por fibras vegetais, as quais foram desintegradas, refinadas e depuradas e tiveram ou não a adição de outros ingredientes, para se obter o produto final. Com a produção de bens o homem passa de uma existência meramente biológica a uma existência social, ou seja, passa a ter um meio de gerar lucro para sua vida.  Para produzir os homens não podem permanecer isolados, é preciso a...
Continue a Leitura »
Justiça

Elegância irrelevante

João Guilherme Vargas Netto Todos vocês se lembram da orquestra que tocava no convés enquanto o Titanic afundava. A reunião presidencial com as centrais sindicais para expor e discutir a reforma da Previdência me lembrou esta cena por sua elegância irrelevante. Todos vocês se lembram da orquestra que tocava no convés enquanto o Titanic afundava. A reunião presidencial com as centrais sindicais para expor e discutir a reforma da Previdência me lembrou esta cena por sua elegância irrelevante. Com o país conflagrado institucionalmente, depois de um domingo de manifestações da classe média que nem por um momento homenagearam o luto da população brasileira dos dois dias anteriores e não se manifestaram sobre os temas candentes da atualidade (recessão, PEC...
Continue a Leitura »
Colunistas

O primeiro ano

O PRIMEIRO ANO Margarete Hülsendeger Poucas pessoas conseguem chegar à meia idade sem saber que existem portas que podiam ser abertas e que ainda podem. Doris Lessing (Amor, de novo) Sem vergonha ou constrangimento confesso: acredito no sobrenatural. Para quem sabe que durante metade da minha vida ensinei física para adolescentes, minha confissão pode parecer um paradoxo. No entanto, há algum tempo entrei em um acordo comigo mesma, atingindo um certo equilíbrio entre o que fui ensinada a defender e no que, por vontade própria, passei a acreditar. Portanto, lido bem com essas duas facetas da minha personalidade – a mística e a racional – sem abrir mão de nenhuma delas. Essa introdução teve como propósito preparar o “ambiente”...
Continue a Leitura »

Voluntariado corporativo e responsabilidade social

Reinaldo Dias e Vanessa L.Z. Ramos Nos últimos anos houve um incremento do número de organizações que fomentam entre seus funcionários a participação em iniciativas de voluntariado, geralmente em colaboração com ONGs e que pressupõe o estabelecimento de laços de compromisso com atividades de natureza comunitária. Por seu impacto positivo dentro da empresa e nas comunidades onde ocorre, é uma das melhores práticas de responsabilidade social.  Essas atividades constituem iniciativas de voluntariado corporativo ou empresarial. As definições de voluntariado corporativo são várias como a da Instituto Ethos para o qual voluntariado empresarial “é um conjunto de ações realizadas por empresas para incentivar e apoiar o envolvimento dos seus funcionários em atividades voluntárias na comunidade”. Já o Instituto Votorantim em...
Continue a Leitura »

UFSCar lança Mapa de Apoio às Vítimas de Violência de Gênero

Secretaria de Ações Afirmativas, Diversidade e Equidade visitou e avaliou serviços internos e externos à Universidade A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), por meio da sua Secretaria Geral de Ações Afirmativas, Diversidade e Equidade (Saade), acaba de lançar o “Mapa de apoio às vítimas de violência de gênero”, com informações sobre canais, espaços e grupos que oferecem apoio às vítimas de violência de gênero, dentro e fora da Universidade. Trata-se de um levantamento que, em seu processo de elaboração, teve etapa de avaliação do acolhimento e do apoio realizados pelos serviços incluídos, por meio de visitas e de conversas com pessoas atendidas e coletivos relacionados à temática. Nesta primeira edição, estão listados apenas serviços em São Carlos e...
Continue a Leitura »
Espiritualidade

Direito de viver

DIREITO DE VIVER        Nair Lúcia de Britto Começo a escrever sobre o Direito de Viver, rogando à Nossa Senhora, a mãe mais perfeita da face da Terra, para que me ilumine, enquanto me proponho a discorrer sobre esse tema. Primeiramente, quero esclarecer  que não tenho como objetivo julgar ninguém. Quem julga é Deus e o próprio Jesus disse: “Não te julgo. Vai, e não peques mais!” Também tenho ciência de que não me cabe decidir sobre o que cada pessoa deve fazer da sua própria vida. Mas sou cristã e, seguindo por essa linha de pensamento, tenho por base a Filosofia que diz: ” Proteger e dignificar a vida, seja do embrião, seja da mulher é um dever de todo cidadão...
Continue a Leitura »
Colunistas

O Doutor Mágico

O Doutor Mágico Gilda E. Kluppel Ele não se conforma ao ver brinquedos descartados, por causa de um defeito ou até por saírem da moda. E tudo começou quando observou um vizinho despejando no lixo uma série de brinquedos, que estavam estorvando a casa. Penalizado com a situação, pediu para ficar com todos. Assim, junta e conserta os brinquedos que as crianças não desejam mais. Alguns consideram um passatempo inusitado, em que, muitas vezes, a paciência é colocada à prova. Não é tarefa fácil, recuperar brinquedos com defeitos ou faltando peças. Desenvolveu habilidade para restaurar objetos, usa a criatividade, com pedaços de garrafas de plástico consegue formatar as peças que faltam, entre outras técnicas que desenvolveu. Logo, adquiriu das...
Continue a Leitura »
nair lucia de britto

Gato atropelado em São Vicente

GATO ATROPELADO EM SÃO VICENTE Por Nair Lúcia de Britto No dia 21 de novembro de 2016, quarta-feira, segundo informações de pessoas presentes, um gato de rua dormia sob a roda de um caminhão. Ao dar a partida, o veículo atropelou o bichano. Eu só escutei o grito de dor estridente do animal que sangrava e corri em sua direção. Com a ajuda de testemunhas do ocorrido,  eu o socorri e o levei à Clínica Voturuá, em São Vicente. Lá foi medicado e operado para colocar uma prótese na mandíbula que quebrou e ainda corre o risco de perder a mobilidade de uma das patas, fora os hematomas por todo corpo. Quero agradecer a todas as pessoas que me ajudaram de alguma forma a resolver o problema, principalmente...
Continue a Leitura »
Cultura

Passinho da Viçosa e o Coco de Alagoas

PASSINHO DA VIÇOSA E O COCO DE ALAGOAS Por Olegário Venceslau da Silva “Menina da saia curta,/Saltadeira de riacho,/Te sobe no pé de coco/Pra botar coco pra baixo”. Os sons descompassados dos aboios de velhos trovadores, ritmados em seus versos brejeiros remontam a um pretérito que fogem às lembranças mais ofegantes e não menos vorazes em sua real discrição. O terreiro de chão batido circundado de pálidos arbustos, ressequido ao calor inclemente duma terra que vive seus costumes, arraigada a religiosidade popular, diga-se uma consubstanciação do profano, com o pagode dançado sob a batuta do pandeiro, e o sagrado presente nas cantorias de benditos e encomendações de almas, nas intermináveis noites de vigílias. Pelos íngremes caminhos de uma Viçosa...
Continue a Leitura »
comportamento

Where are you from?

* Alvaro Fernando Todos que já viajaram para fora do Brasil, muito provavelmente, já ouviram a famosa pergunta “Where are you from?”. E também já devem ter percebido que o interlocutor geralmente reage com uma cara boa após ouvir a resposta: Brasil. Depois de viajar para muitos lugares, percebi que isso só ocorre porque todos gostam do nosso país, ao contrário do que dizem  muitos brasileiros (da boca pra fora) – por mais incrível que isso possa parecer; Quanto mais viajo pelo nosso país, me apaixono por ele. Recentemente, fiquei oito dias em uma tribo Huni Kuin, isolada no Acre, mergulhei em seus costumes, conheci a função de cada um e explorei a maneira de como vivem bem. Esse...
Continue a Leitura »
debate ambeintal

Resgatando o Cerrado da extinção

Rafael Loyola* O Brasil e o mundo se preocupam com o desmatamento da Amazônia e o país se comprometeu no Acordo de Paris sobre o clima em zerar o desmatamento ilegal até 2030. Mas, o Cerrado tem taxa de desmatamento 2,5 vezes maior que a Amazônia e pouco se fala sobre isso. Agora, o Governo começa a dar sinais de preocupação com a morte do Cerrado. O Cerrado alimenta grandes rios como o São Francisco, o Amazonas, o Paranaíba e o Araguaia e é conhecido como a caixa d’água do Brasil. A vegetação nativa que se forma ao longo dos rios cumpre papel fundamental na manutenção da qualidade da água, por evitar a erosão e a entrada de terra...
Continue a Leitura »
Cultura

Lançamento da Paulus reflete sobre cidade, cultura e espetáculo

  Por Mara Rovida Ferreira “Quando, nos ambientes acadêmicos ou na mídia, o nome de Guy Debord é mencionado, normalmente ele é associado à expressão “sociedade do espetáculo”, geralmente entendida como o “inevitável domínio da mídia” na contemporaneidade ou o desejo, pretensamente natural, que as pessoas têm de “aparecer”.” Com essas palavras o organizador do livro ‘Cultura, Comunicação e Espetáculo’, Claudio Novaes Pinto Coelho, nos insere nessa obra de assinatura coletiva em que o espaço urbano, o teatro e os movimentos sociais são observados num momento em que as relações sociais estão cada vez mais próximas de uma forma superficial e esvaziada, como pensado por Guy Debord. O livro, editado pela Paulus, é resultado do trabalho que vem sendo...
Continue a Leitura »
Ciências Sociais

A geração das novas mídias

A GERAÇÃO DAS NOVAS MÍDIAS   Paulo Custódio de Oliveira   A dinâmica da vida social precisa ser frequentemente analisada do ponto de vista das mudanças provocadas pela imersão das pessoas na dromosfera, essa realidade tecnológica e informacional cuja velocidade leva as pessoas a um absurdo de “falta de tempo, de compreensão da realidade e de experiências sensíveis”. A rapidez dos eventos imprime novos rumos ao convívio humano. As perguntas, tanto quanto as respostas, são bem interessantes. Como ficará o mundo depois de o termos mergulhado em um número sem precedentes de imagens audiovisuais? Há o temor de que um dia as capacidades cognitivas das máquinas ultrapassem as do ser humano. Isso está registrado em um conjunto vasto de...
Continue a Leitura »
Educação

Boas práticas em educação inovam o aprendizado da língua portuguesa

No universo virtual, onde as mensagens são instantâneas, escrever cartas à mão parece ser um hábito tão remoto e ultrapassado, que fica impossível pensar que a prática pode se tornar uma ferramenta para o aprendizado e aprimoramento do uso da língua portuguesa no ambiente escolar. Tudo começou como uma brincadeira e hoje o projeto “De carta em carta…encontrando caminhos” tem sido aplicado como metodologia de ensino em escolas do interior paulista. A iniciativa tem a assinatura de Meire Cristina Fiuza Canal, educadora e professora de português do Ensino Fundamental. A iniciativa foi reconhecida nacionalmente e apresentada no 4º Seminário Nacional Investigando Práticas em Sala de Aula, promovido pela Editora Positivo, em parceria com a Universidade de Lisboa, em Curitiba...
Continue a Leitura »
Cultura

O amor é o que importa

Pintura de A Ruig – Porto Alegre/RS O AMOR É O QUE IMPORTA Nair Lúcia de Britto Se você tem amor no seu coração Isso é o que importa Traga esse amor para dentro de casa Deixe o ódio do lado de fora… E feche bem a porta!   Compartilhe esse texto...
Continue a Leitura »
Trabalho

Acumulação de forças sem desperdício

João Guilherme Vargas Netto Todos devemos nos empenhar, com espírito unitário, para o sucesso da jornada de manifestações do dia 25 de novembro. Com a ênfase na resistência à quebra de direitos, a mobilização deve servir para a acumulação de forças, tão necessárias nas futuras batalhas. A jornada do dia 25 encerra um ciclo de iniciativas das cúpulas sindicais em que o estímulo predominante foi a busca da unidade de ação das centrais sindicais e do movimento dos trabalhadores. Essas iniciativas resultaram em uma sucessão de atos, paralisações, greves, assembleias e passeatas em que predominaram a preocupação unitária e o esforço de resistência, mas que acolheram também as manifestações político-sindicais dos setores que não aceitaram a legitimidade do novo...
Continue a Leitura »
Ciências Sociais

A cor, a raça e o racismo: um “olhar astronômico” sobre estas questões

A COR, A RAÇA E O RACISMO: UM “OLHAR ASTRONÔMICO” SOBRE ESTAS QUESTÕES   MARTINS, Jander Fernandes WINGERT, Vitória Duarte RESUMO O presente texto busca socializar algumas reflexões sobre a temática “cor”, esta enquanto categoria política, desdobrada das questões mais complexas e profundas que assolam as relações sociais no Brasil desde meados do séc. XX, em especial as tensões e lutas referentes à questão de raça. Para tanto, optou-se por abordar esta temática a partir de um viés distinto da literatura especializada que atualmente debruça-se sobre as discussões de raça, racismo, antirracismo, cor, qual seja, a astronomia. Entendida a questão de cor, no âmbito da Política, lançando mão de perspectivas biologizantes, evidencia-se que, não apenas a Sociologia, Antropologia, História...
Continue a Leitura »
Em questão

Indecência

INDECÊNCIA Nair Lúcia de Britto   Cidades da Baixada Santista estão vivenciando um verdadeiro caos. A população está sem atendimento médico adequado, trabalhadores não recebem salários; calçadas que não são mais calçadas, mas, sim, rampas para entrada de carros e, agora, a abundância de lixo que toma conta dos espaços. Em Cubatão, munícipes revoltados jogaram lixo no meio da rua impedindo a passagem dos carros. A revolta é má conselheira e não resolve nada. Não se conserta um erro com outro erro, principalmente se atinge justamente a população inocente. Muito embora seja uma situação revoltante que, além da falta de serviço à saúde, ainda se instale um ambiente propício às doenças; recomendo à população que minore o grave problema...
Continue a Leitura »
Espiritualidade

Por que tanta maldade?

POR QUE TANTA MALDADE? Nair Lúcia de Britto Há dias em que acordamos desanimados da vida! Quando parece que nada dá certo… quando sofremos injustiças, decepções, frustrações ou algo que, definitivamente, não merecemos. Hoje eu acordei assim…  Por quê? Nos momentos difíceis eu sempre me lembro do meu pai. De poucos amigos,  sério e sempre voltado para assuntos relevantes  como Política e Literatura, por exemplo.  A pessoa mais correta que já conheci na vida. Não era religioso, mas tinha uma ferrenha fé em Deus. Quando sofria alguma injustiça, ele apenas olhava para o céu e conversava com Deus: – Meu Deus, ele dizia,  se eu sou culpado, eu lhe peço que me castigue! Mas se eu estiver inocente, que...
Continue a Leitura »
Trabalho

A quinta coluna

João Guilherme Vargas Netto A expressão vem da Guerra Civil Espanhola quando quatro colunas em armas cercaram os republicanos em Madri e o general franquista que as comandava disse que contava também com uma quinta coluna, dentro de Madri. Era a coluna dos traidores. O movimento sindical dos trabalhadores sofre hoje, como Madri na Guerra Civil, o assédio de quatro poderosas colunas que o atacam. A primeira coluna é o patronato que, amparado na recessão, demite e corta salários. A segunda coluna é o poder executivo que pretende impor limites aos gastos públicos e sociais (incluindo a limitação do salário mínimo) e prepara uma feroz reforma da Previdência Pública. A terceira coluna se agrupa no Congresso Nacional onde proliferam...
Continue a Leitura »