água

Dia da Água: como lidar com a falta do saneamento básico no Brasil?

    *Por Elias Oliveira   Avançamos muito pouco no quesito de saneamento e isso é grave, pois são inúmeros os danos que esse cenário pode trazer à população. De acordo com uma pesquisa realizada em 2015 pelo Instituto Trata Brasil, em parceria com a consultoria GO Associados, 50,3% dos brasileiros têm acesso à coleta de esgotos e, desse resultado, somente 42% dos esgotos são tratados. Diante desses números, é importante aproveitar o Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março, para debater a questão do saneamento básico. É que outro dado significativo apresentado nesse estudo também chama a atenção: em 24 capitais brasileiras, menos de 80% dos esgotos são tratados. Basta olhar para um dos grandes problemas...
Continue a Leitura »
comportamento

Não olhai as estrelas

Por Gilberto da Silva É duro viver no dantesco mundo dos oportunistas. Nem as estrelas poupam. Miram o Sol todos os dias para consumir a energia solar em toda a sua potencialidade. Não perdem um lanche. Não atrasam um trem.  Cavam seus espaços na arquitetura falida dos que optam por uma vida honesta. Oportunistas são hábeis manipuladores. Não há necessidade de ficar olhando estrelas para observar oportunistas no universo. Há uma constelação deles vagando por nossas ruas. E não são aliens.  Não há necessidade de procurar no espaço infinito. Cá estão perto dos nossos olhos, no espaço das nossas vivências. o oportunista é um tentador no sentido de ser um agente da tentação. Falando de um tipo específico de...
Continue a Leitura »
Ciência e Tecnologia

Tecnologia a favor da Aprendizagem

Karen Andrade (*) Se fizermos uma reflexão sobre o desenvolvimento das tecnologias nos últimos anos, podemos elaborar uma lista interminável de invenções e inovações fantásticas. Se formos além e refletirmos como cada vez mais essas tecnologias estão inseridas em nosso dia a dia, teremos uma lista imensa de possibilidades. Mas como podemos, de fato, usar as Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDICs) a favor do ensino-aprendizagem? Segundo a UNESCO, “alunos e professores devem usar a tecnologia de forma efetiva, pois em um ambiente educacional qualificado, a tecnologia pode permitir que os alunos se tornem usuários qualificados das tecnologias da informação; pessoas que buscam, analisam e avaliam a informação; solucionadores de problemas e tomadores de decisões; usuários criativos e...
Continue a Leitura »
Crônicas

Ridículos

Por Daniel Nonohay Essa história ganhou fama na minha adolescência. Marcus, vamos chamá-lo assim, foi almoçar na casa da namorada, como fazia todo o final de semana. Naquele, específico, chegou atrasado e a família já estava sentada à mesa. Como já se sentia em casa, passou rapidamente por eles, dando um cumprimento geral, e foi direto lavar as mãos. Ao abrir a porta do lavabo, deu de cara com a avó da namorada, sentada no vaso sanitário. Os dois se encararam e o mundo congelou. Na mesa, onde todos conversavam, alguém se deu conta da tragédia que estava para acontecer e deu um grito, tentando avisar. Já era tarde. A conversa morreu. Eles devem ter se encarado por não...
Continue a Leitura »
Cidadania

A paisagem e o direito à moradia

Rivail Andrade* Vivemos em um país diverso e desigual, em que cerca de 40% da população urbana não tem acesso à cidade legal. A moradia é um elemento escasso, negociada de forma seletiva em um mercado repleto de burocracias e normas confusas, que impulsionam o surgimento de ocupações irregulares. Nesse cenário, é comum que famílias que não contam com renda suficiente para ter acesso ao mercado imobiliário formal ou às políticas públicas acabem “dando um jeitinho” para suprir sua necessidade básica de abrigo. Entre os artifícios utilizados encontra-se a construção de “puxadinhos”. Uma situação corriqueira decorrente desse hábito é a da família que constrói um novo espaço para abrigar um filho recém-casado que, após algum tempo, acaba se mudando...
Continue a Leitura »
comportamento

Seduzidos pelas tragédias

Cláudia Cibele Bitdinger Cobalchini* Tragédias permeiam a existência humana, tão certo quanto o fato de nascermos e morrermos. E atualmente, como nunca antes experenciado, temos acesso de forma quase imediata e infinitamente reproduzíveis às notícias sobre as tragédias, em diferentes fontes midiáticas, além de as revivermos nas conversas (pessoalmente ou digitalmente), tomando conta de nosso interesse. Mas por que alimentamos este tipo de curiosidade sobre o que demonstra violência, desastres, mortes? Parece que ficamos inebriados por um impulso em buscar mais informações, até sobre os detalhes do ocorrido, numa tendência mórbida, para se aproximar do tema morte. E esta seria uma das possibilidades de vivenciar, sem necessariamente estar diretamente envolvido. A finitude da vida é um tema para o...
Continue a Leitura »
Em questão

Cirurgiões-dentistas bem informados conquistam a confiança dos pacientes mais rapidamente

  *Adriano Forghieri Faculdades de Odontologia vêm se dando conta da importância de expandir a grade curricular, a fim de oferecer muito mais do que a profissão exige do ponto de vista técnico. Para enfrentar o mercado com mais condições de competir, quem teve acesso ao ensino de idiomas estrangeiros, bem como a matérias complementares que desenvolveram suas habilidades gerenciais e comunicacionais, certamente terá um ganho de autoconfiança fundamental nos dias de hoje. Afinal, o perfil dos pacientes também mudou. Na era das mídias sociais, em que pessoas trocam dicas, informações e experiências o tempo todo, não há nada pior para a reputação de um profissional do que ser questionado sobre algo que sequer ouviu falar, ou até ouviu,...
Continue a Leitura »
Educação

O PIBID e sua contribuição para a qualidade da educação na disciplina de geografia

O PIBID E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A QUALIDADE DA EDUCAÇÃO NA DISCIPLINA DE GEOGRAFIA Isonel Sandino Meneguzzo RESUMO O presente artigo, versa sobre o PIBID e sua contribuição para a qualidade da educação da Geografia na educação básica. Apresenta o que é o PIBID e indica de que forma este programa governamental contribui para o aprimoramento da educação geográfica escolar, por meio da dinamização das aulas com práticas pedagógicas diferenciadas. Palavras-chave: PIBID, Ensino-aprendizagem, Geografia escolar, política educacional. RESUMÉN Este artículo se ocupa del PIBID y su contribución a la calidad de la enseñanza de la Geografía en la educación básica. Presenta lo que es PIBID e indica cómo este programa de gobierno contribuye a la mejora de la enseñanza...
Continue a Leitura »
debate ambeintal

Arquitetura sustentável: mais do que uma opção inteligente

por Fátima Souza “Se você tivesse um espaço para viver onde a água fosse captada da chuva, a energia viesse do sol e dos ventos e o alimento pudesse ser produzido dentro da própria casa, o que você faria com seu tempo?”, ​Michael Reynolds, arquiteto. ​ De tudo o que já ouvi Mike Reynolds dizer, talvez, a frase acima, seja a que produz um impacto mais profundo na minha maneira de pensar arquitetura e no modo como vivemos dentro do sistema capitalista. Acredito que nessa simples pergunta ele abordou tantas coisas que nos prendem e até nos escravizam, sem ao menos nos darmos conta. Dos boletos que se avolumam em nossa caixa de Correios, à obrigatoriedade do trabalho, do ganho de capital e a...
Continue a Leitura »
comportamento

Como partimos de Dr. Kildare e chegamos a … House?

Como partimos de Dr. Kildare e chegamos a … House?  Por Sonia Regina Rocha Rodrigues Todo médico de minha geração lembra-se do Dr. Kildare, que inspirou tantos entre nós. Admirado, amado mesmo, este jovem médico (ainda estudante) era apresentado como uma pessoa útil, atenciosa, dedicada, compreensiva, que escutava e consolava seus pacientes. Nos seus relacionamentos profissionais, havia um forte elo emocional. Humano, não se esperava dele que fosse infalível Neste, que é o primeiro seriado médico que assisti, já percebemos um certo tecnicismo, pois o supervisor de Kildare o adverte: ‘Nosso trabalho é manter as pessoas vivas, não dizer a elas como viver.’ Comentário cínico, cujo objetivo era garantir um distanciamento emocional que não perturbasse o raciocínio médico, que,...
Continue a Leitura »
Cultura

Da pedra à tela

Da pedra à tela Por Júlio Röcker Neto* Já presenciamos o “fim” de alguns suportes de comunicação, como videocassete, fita cassete, disquete, entre outros. O fim do livro impresso também é tema corrente e, nesse contexto, vem à tona, logicamente, o fim do livro didático, em especial pelo crescimento das TICs (Tecnologias de Informação e Comunicação). O impacto das novas tecnologias nos ambientes educativos é evidente, mas é preciso relativizar o tom catastrofista, levando-se em conta a evolução histórica dos suportes de comunicação/leitura. Os diferentes suportes de leitura (pedra, argila, osso, metal, madeira, tecido…) certamente conviveram em algum momento e durante algum tempo. Dessa forma, suportes podem ter um tempo de “convivência” saudável. Foi assim no passado, com o...
Continue a Leitura »
Ciência e Tecnologia

Sistema computacional identifica opinião das pessoas na internet

Nova técnica desenvolvida por grupo de pesquisadores no Campus Sorocaba da UFSCar é menos custosa, mais dinâmica e robusta Conhecer a opinião das pessoas sobre produtos, serviços e até sobre fatos do dia a dia é um dos principais desafios para marcas, empresas, partidos políticos, acionistas etc. Na era da internet, essa necessidade se tornou mais complexa devido ao volume de informações que são geradas e circulam em redes sociais, blogs e sites. Pensando nisso, um grupo de pesquisadores do Laboratório de Sistemas Inteligentes e Distribuídos (LaSID) do Centro de Ciências em Gestão e Tecnologia (CCGT) do Campus Sorocaba da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) desenvolveu um sistema capaz de analisar, automaticamente, uma grande quantidade de mensagens coletadas...
Continue a Leitura »
Cultura

Acabou o Carnaval

ACABOU O CARNAVAL   Até que enfim é possível sair de casa, a cada ano acrescenta-se mais um dia de carnavalização e mais tumulto para quem reside nas imediações do circuito do carnaval, principalmente Barra / Ondina. Aliás, a esperada quarta feira de cinzas não é ainda o fim do transtorno, mas é uma sensação de liberdade depois de uma semana engaiolado, sem direito a uma noite de sono, escutar música, nem atender telefone. Os incômodos que anteciparam o evento continuam, cerca de um mês antes e um mês depois da festa são os preparativos: montagens e desmontagens de camarotes, depósitos de bebidas, postos de atendimentos etc.   Um País depois de tantas denúncias, com a economia atolada, as...
Continue a Leitura »
Crônicas

A outra face de um ídolo – parte 1

A OUTRA FACE DE UM ÍDOLO – PARTE 1 Margarete Hülsendeger Não é bom tocar nos ídolos; o dourado pode sair nas nossas mãos. Gustave Flaubert Não conheço ninguém que não tenha, em algum momento da vida, experimentado o amor sem reservas que só um ídolo é capaz de despertar. Há os que veneram atores e atrizes, outros preferem astros de rock e há aqueles que adoram escritores e pintores. A verdade é que não faltam homens e mulheres fascinantes no mundo e, portanto, heróis e heroínas com os quais podemos nos identificar. Eu, é claro, não sou uma exceção. Apaixonei-me perdidamente inúmeras vezes, sempre por seres inalcançáveis. A consequência desses amores de mão única é óbvia: sofri como...
Continue a Leitura »
comportamentos

Em tempos de pós-verdade

Em tempos de pós-verdade Gilda E. Kluppel Eleita, ano passado, a “Palavra do Ano” pelo Dicionário Oxford, pós-verdade converte-se numa palavra síntese para expressar, segundo o dicionário inglês, que “apelos à emoção e à crença pessoal” possuem maior relevância para formar opiniões do que fatos objetivos. Esse termo ainda não consta em dicionários da língua portuguesa, contudo se torna frequente o uso em muitas publicações. Uma expressão que soa de modo menos rude para a velha e conhecida mentira, cantada por Erasmo Carlos. Muitos devem se lembrar da música “Pega na Mentira”, agora é a vez de “pegar na pós-verdade”. A verdade não tem mais significância? Em inúmeros casos parece que não. A verdade fragmentada e colocada de lado,...
Continue a Leitura »
comportamento

Por que ser feliz apenas no carnaval?

Por que ser feliz apenas no carnaval? *Por Elaine Ribeiro Carnaval: tempo de diversão, de folia, e para muitos, dias de extravasar e de colocar todas suas energias nestes 4 ou 5 dias de comemorações. Muitos preparam-se o ano todo para o Carnaval. Roupas, viagens, blocos carnavalescos e todo o aparato do marketing que leva o consumo para esta época do ano. É uma festa tradicional, que movimenta milhões em recursos para a economia do Brasil. Para tantos outros, tempo apenas para descansar e de buscar totalmente o contrário do que muitos desejam: a tranquilidade. Vivemos um tempo onde tudo sugere uma urgência e uma necessidade de exposição e intensidade. As redes sociais estão aí e como uma vitrine,...
Continue a Leitura »
Cultura

Quantos mistérios cabem no negro olhar teu

Quantos mistérios cabem no negro olhar teu Para Vanessa Martins DA Maia Quantos mistérios… Cabem no magnânimo… No negro olhar teu? O que tu escondes? No cair da negra noite! E todos foram dormir tranquilamente. *** Amanheceu um novo dia É hora de ganhar as ruas Experimentar a luz do dia Minha querida divinal musa *** Mas quantos mistérios… Podem caber… No negro olhar teu? Por quantos tortuosos caminhos… Percorresses até chegar até aqui? *** Quantos mistérios podem caber… No magnânimo olhos teu? Samuel da Costa é poeta em Itajaí Compartilhe esse texto...
Continue a Leitura »
Coaching

A cada cinco pessoas, uma está em depressão

Os números são alarmantes relacionados à essa patologia mas existe uma boa alternativa de tratamento contra depressão Segundo uma pesquisa desenvolvida pela Organização Mundial de Saúde, 350 milhões de pessoas no planeta sofrem de um quadro depressivo e o Brasil é considerado o país com a maior taxa de depressão no mundo, com 10,4% da população afetada. Além disso, nos países que estão em conflito ou em situações de emergência, a OMS estima que um em cada cinco pessoas é afetada pela depressão e pela ansiedade. A organização ainda afirma, que a cada 40 segundos uma pessoa morre por suicídio no mundo. Pouco se fala sobre essa doença séria, que atinge 25% da população das classes C e D...
Continue a Leitura »
Notícias

Paraquedista salta da Basílica de Aparecida do Norte em parceria com Escola de Samba

CARNAVAL – Paraquedista salta da Basílica de Aparecida do Norte em parceria com Escola de Samba Video mostra salto da Equipe GZERO, que já havia saltado do Edifício Itália e repetiu o feito no maior templo católico do Brasil A equipe de paraquedistas GZERO, composta por Arthur Zanella, Thiago Negão e Pietro Carmona, realizou mais uma façanha nos ares. Após saltarem do topo de Edifício Itália – o segundo maior prédio de São Paulo – eles fizeram mais um salto de Base Jump, do alto da Basílica de Aparecida do Norte, no Interior de SP. O salto da GZERO foi autorizado pela administração da Catedral, que exigiu que o grupo seguisse todas as regras de segurança para realização do...
Continue a Leitura »